Terça-feira, 17 de Janeiro de 2006

Grândola não é Portucale

Ainda se lembram do caso Portucale? Aquele em que o governo declarou a utilidade pública de um projecto turístico para permitir a sua execução numa zona protegida? Aquele que serviu para denegrir a imagem de ministros e governos cessantes?

Se ainda se lembram, esqueçam tudo!

O que antes era ilegítimo, agora passou a ser anunciado com pompa e circunstância pelo primeiro-ministro e por destacados governantes. Será que as regras éticas apregoadas para o concelho de Alcochete perdem a sua validade no concelho de Grândola?

Nota: Notícia via Bloguitica.

publicado por Carlos Carvalho às 00:38
link | comentar | favorito

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds