Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2007

Mais do mesmo?

Fevereiro de 2006: Na sequência de um caso de violação de segredo de Justiça, são realizadas buscas na redacção de um jornal, tendo sido apreendido material informático.

 

Julho de 2006: O Tribunal da Relação de Lisboa considerou estas buscas ilegítimas, obrigando à restituição de todo o material apreendido. Segundo este tribunal, foi colocado em causa o direito à liberdade de expressão.

 

Janeiro de 2007: Na sequência de um caso de violação de segredo de Justiça, são realizadas buscas na redacção de um jornal, tendo sido apreendido material informático.

 

Há algo de estranho nisto tudo. Apesar de nem os processos nem o jornal serem os mesmos, as parecenças entre estas duas situações são evidentes. No entanto, a primeira originou um coro de protestos, ao passo que a segunda parece estar a passar de forma mais discreta na opinião pública. Mesmo após uma decisão judicial a condenar este tipo de investigações. Primeiro estranha-se, depois entranha-se?

 

Agora reparo: os investigadores também não são os mesmos…

 

publicado por Carlos Carvalho às 03:07
link | comentar | favorito

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds