Quarta-feira, 25 de Maio de 2005

Habilidade

A comissão Constâncio apresentou finalmente o valor da previsão do défice para 2005: 6,83%. Certamente que não recorreram àquela habilidade habitual na eleboração de orçamentos: apresentar valores até aos cêntimos para dar um ar de maior rigor nas contas.

Este número dá-nos uma ideia do valor que o défice atingiria no final do ano se o governo, como até agora, nada fizesse para o combater. Sendo uma previsão, porquê dar-lhe tanta importância?

A sua importância é sobretudo política. Sócrates sabe que, sem este número, o seu desempenho orçamental no final do ano seria comparado com o do governo anterior. E a verdade é que, apesar de tudo, o governo anterior conseguiu apresentar um défice abaixo dos 3%.

É praticamente certo que Sócrates não vai conseguir conter o défice abaixo dos 3%. Restavam-lhe assim duas alternativas: ou se comparava com o governo anterior (e perdia), ou arranjava um valor mais elevado, ainda que virtual, que lhe permitisse ficar bem na fotografia.

Sócrates não poderá dizer que fez melhor do que o governo anterior, pelo que tentará dizer que não se portou tão mal quanto o esperado.

Já não restam dúvidas: o homem é mesmo habilidoso!

publicado por Carlos Carvalho às 03:01
link | comentar | favorito

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds