Segunda-feira, 19 de Setembro de 2005

Agora a sério

Pergunta: Quem foi o último ministro das Finanças de António Guterres?
Resposta: Guilherme d'Oliveira Martins.

Pergunta: Quem anunciou então que o défice seria de 1,1% em 2001?
Resposta: Guilherme d'Oliveira Martins.

Pergunta: Quem disse que o défice, afinal, tinha sido de 4,7%?
Resposta: Vítor Constâncio (Banco de Portugal).

Pergunta: Quem foi nomeado por José Sócrates para fiscalizar as contas do Estado?
Resposta: Guilherme d'Oliveira Martins.

Pergunta: Quem declarou que não pode haver qualquer dúvida relativamente à isenção e competência do Tribunal de Contas?
Resposta: Guilherme d'Oliveira Martins.

Pergunta: Quem quer contribuir para a credibilização das contas públicas, através da celeridade no julgamento e total transparência?
Resposta: Guilherme d'Oliveira Martins.

Conclusão: Enquanto ministro das Finanças, Guilherme d’Oliveira Martins não hesitou em recorrer à "contabilidade criativa" para mascarar o défice. Enquanto presidente do Tribunal de Contas, Guilherme d’Oliveira Martins promete combater estas práticas em nome da transparência.

Ao aceitar esta nomeação, Guilherme d'Oliveira Martins disse ao país: Agora é que é a sério.

Pergunta: Será que este governo vai agora nomear um falsário como director da Polícia Judiciária?
Resposta: ...

publicado por Carlos Carvalho às 20:02
link | comentar | favorito

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds