Quinta-feira, 27 de Outubro de 2005

Refer(rugem)

referrugem.JPG



Quando o administrador de uma empresa pública acusa o ministro que a tutela de mentiroso, o caso não pode ser ignorado.


Quando o mesmo administrador acusa um ministro e uma secretária de estado de perseguição pessoal e política, então o caso é grave.


Quando o mesmo administrador acusa governantes de procurarem utilizar informações de empresas públicas para beneficiar o seu partido em campanhas eleitorais, então o caso é gravíssimo.


A serem verdadeiras, estas alegações não podem deixar de nos impressionar.


É impressionante que, ao fim de alguns meses de maioria absoluta, este governo esteja já a reproduzir, para pior, o que se passou na última fase do cavaquismo.


É impressionante o efeito anestésico que este governo tem sobre os media.


Fosse Santana Lopes ainda primeiro-ministro e não faltariam vozes a clamar pelo esclarecimento do caso. E pela demissão do ministro.

publicado por Carlos Carvalho às 02:54
link | comentar | favorito

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds