Sábado, 10 de Dezembro de 2005

Reforma Agrária Alegre

"Votei contra a eliminação da referência à Reforma Agrária [na Constituição] por considerar que não se trata de uma «querela semântica», mas sim de uma questão política.
Com efeito, a ideia da necessidade de uma reforma agrária sempre esteve associada à própria luta contra a ditadura salazarista e sempre foi considerada como uma das condições da consolidação da democracia e da realização da justiça social.
Independentemente da forma, do conteúdo e da perspectiva, considero que a Reforma Agrária corresponde a uma necessidade histórica e continua a ser um imperativo ético da democracia portuguesa.
Como tal, deveria ter consagração constitucional.
Com este meu voto, pretendo também exprimir a minha solidariedade com os trabalhadores alentejanos que, desde sempre, lutaram pela Democracia e pela Reforma Agrária."

Manuel Alegre, 1989-05-23

publicado por Carlos Carvalho às 22:19
link do post | comentar | favorito
|

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds