Quarta-feira, 1 de Fevereiro de 2006

Quioto

É um facto praticamente adquirido que Portugal não irá cumprir os limites estabelecidos no protocolo de Quioto. "Contas do Ministério do Ambiente estimam que haja uma derrapagem de 9 a 12% nas emissões de gases com efeito de estufa", noticia hoje o DN.

Espera-se que aqueles que criticaram tão duramente os EUA por não assinarem o protocolo de Quioto critiquem agora o governo português por não cumprir este acordo.

O que é mais honesto: não nos comprometermos com o que não conseguirmos cumprir ou assumirmos um compromisso que sabemos não conseguir honrar?

Pegando num verso de Pessoa, será que assinar é preciso, cumprir não é preciso?

tags:
publicado por Carlos Carvalho às 02:38
link do post | comentar | favorito
|

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds