Terça-feira, 7 de Junho de 2011

Bloco

Louçã deixou de ter causas para defender, daquelas típicas de um partido temático, em que se vota por um ou dois motivos específicos e não por uma visão ideológica global da sociedade. Quem, no passado, votou no Bloco por causa das bandeiras, deixou agora de ter razões para o fazer.

 

Quando já quase não restam bandeiras, repara-se mais na ideologia. E esta assustou muita gente, que (finalmente) se terá apercebido de que andava a votar num partido comunista. Pior, num partido comunista com um discurso igual ao do PCP. Para isso, basta o PCP.

 

O resultado está à vista: quem recusa o comunismo, recusou o Bloco; quem o perfilha, preferiu o original.

publicado por Carlos Carvalho às 01:36
link do post | comentar | favorito
|

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds