Quarta-feira, 18 de Maio de 2011

Israel, 2009

Israel teve, em 2009, eleições antecipadas para o Knesset. Disputa renhida entre o Kadima, liderado por Tzipi Livni, e o Likud, liderado por Benjamin Netanyahu.

 

O Kadima teve mais votos. Elegeu mais deputados. Tzipi Livni declarou-se vencedora das eleições, e esperançosa de vir a ser convidada pelo Presidente Shimon Peres para formar governo.

 

Só que ninguém conseguiu maioria absoluta, o que tornou obrigatória uma coligação. Tendo havido um crescimento dos partidos mais à direita, acabou por se tornar evidente que o partido em melhores condições para formar governo seria o Likud. Pelo que Shimon Peres optou por Benjamin Netanyahu para primeiro-ministro.

 

Esta foi a primeira vez que o presidente não convidou o líder do partido mais votado para formar governo. As circunstâncias obrigaram-no a quebrar a tradição.

publicado por Carlos Carvalho às 01:57
link do post | comentar | favorito
|

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds