Sexta-feira, 1 de Junho de 2007

O Zé faz falta…

…Não tarda muito está a levar um amarelo.

publicado por Carlos Carvalho às 20:09
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De petitprince a 3 de Junho de 2007 às 22:48
O Zé é, de tudo. o que menos faz falta a Lisboa. Trata-se de uma despudorada aberração contestatária que custa fortunas a qualquer Município que tenha a desdita de o contar entre os munícipes. Conceder-lhe a oportunidade, ainda que remota, de o ter como vereador é um acto de loucura. A estas horas nós, os munícipes que ainda conservam alguma lucidez, já lhe deveríamos ter posto uma acção pelos danos e prejuízos causados e ele - para não ser preso...- já deveria estar a descontar mensalmente do vencimento ou honorários - partindo do princípio que ele trabalha...- "algo" que ajudasse o quotidiano camarário na indigência em que se encontra. Podia ser para selos, por exemplo!
E o Zé Povinho de Lisboa, que tão sacrificado tem sido desde tempos memoriáveis , bem pode mandá-lo para bem longe, para o tal sitio onde ele talvez faça falta...que não faço ideia onde possa ser.
Não há pachorra para o ouvir enumerar as "propostas" que se entretém a fazer e muito menos para o ver.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

O Zé é, de tudo. o que menos faz falta a Lisboa. Trata-se de uma despudorada aberração contestatária que custa fortunas a qualquer Município que tenha a desdita de o contar entre os munícipes. Conceder-lhe a oportunidade, ainda que remota, de o ter como vereador é um acto de loucura. A estas horas nós, os munícipes que ainda conservam alguma lucidez, já lhe deveríamos ter posto uma acção pelos danos e prejuízos causados e ele - para não ser preso...- já deveria estar a descontar mensalmente do vencimento ou honorários - partindo do princípio que ele trabalha...- "algo" que ajudasse o quotidiano camarário na indigência em que se encontra. Podia ser para selos, por exemplo! <BR>E o Zé Povinho de Lisboa, que tão sacrificado tem sido desde tempos memoriáveis , bem pode mandá-lo para bem longe, para o tal sitio onde ele talvez faça falta...que não faço ideia onde possa ser. <BR>Não há pachorra para o ouvir enumerar as "propostas" que se entretém a fazer e muito menos para o ver. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Malgrée</A> tout ... prefiro o Carmona. O único realmente independente e que já conhece a casa.
De petitprince a 3 de Junho de 2007 às 22:54
Errata do comentário anterior:

* onde se lê "memoriáveis" leia-se "imemoriáveis"
Quanto ao resto ignoro what I "must fix manually"...

Comentar post

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds