Domingo, 4 de Março de 2007

Risos gerais (13) – “Quincas Berro Dágua”

Jorge Lacão (PS): — (…) A terceira e última nota serve para, com a bonomia daquela figura dos romances de Jorge Amado — Quincas Berro Dágua — lembrar que, como ele dizia, cada um trata do seu funeral. Do ponto de vista político, assistimos hoje ao funeral das posições do PSD relativamente a Foz Côa.

(Aplausos do PS, de pé).

Presidente [Almeida Santos]: — O Quincas Berro Dágua dizia concretamente o seguinte: «Cuide cada um do seu enterro, perfeição não há».

(Risos gerais).

 

AR, 1995-11-24

 

Adenda – A citação correcta é: “Cada qual cuide de seu enterro, impossível não há”.

 

publicado por Carlos Carvalho às 18:37
link do post | comentar | favorito
|

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds