Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2007

O canalizador

Há duas ocasiões em que nos lembramos dos canalizadores. Uma é quando rebenta um cano lá em casa. Outra é quando falamos de fuga ao Fisco. É desta última que quero agora falar.

 

“Sem recibo é ‘x’, se quiser recibo tem de pagar o IVA” – Eis o exemplo normalmente utilizado para denunciar os canalhas dos canalizadores (e outros que tais), que não hesitam em propagandear a sua fuga ao Fisco defronte do virtuoso cidadão cumpridor. “Se os canalizadores passassem todos recibo o Fisco arrecadaria muito mais dinheiro” – exclamam indignados estes cidadãos.

 

Mas afinal quem é que está a fugir ao Fisco? O canalizador ou o cliente?

 

O canalizador assume dois papéis perante o Fisco: o de contribuinte e o de cobrador de impostos. Se não passar recibo, estará a fugir ao pagamento de (mais) IRS/IRC. Mas não ao pagamento de IVA. Quem paga o IVA é o consumidor final. O prestador de bens e/ou serviços é apenas um cobrador desse imposto.

 

“Com recibo tenho que pagar o IVA? Mas eu não quero o recibo para nada! Faça sem recibo, se faz favor!”. Já lhe aconteceu dar esta resposta? Então fique ciente de que, no que toca ao IVA, quem está a fugir ao Fisco não é o canalizador. Quem está a fugir ao Fisco é você.

 

tags:
publicado por Carlos Carvalho às 23:03
link do post | comentar | favorito
|

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds