Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2007

Lei é lei

Ao que parece, a lei eleitoral impede a padralhada de fazer campanha pelo “não” durante o desempenho das suas funções. Nada de aproveitar homilias, templos, cerimónias religiosas ou visitas pastorais para tentar influenciar o sentido de voto dos fiéis. Lei é lei, e espera-se que os cidadãos responsáveis denunciem a sua infracção às autoridades. Espera-se que a CNE não hesite em punir as infracções que se vierem a verificar. Severamente. Pelo menos tão severamente como, ainda recentemente, puniu Mário Soares…

 

publicado por Carlos Carvalho às 01:56
link do post | comentar | favorito
|

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds