Quinta-feira, 23 de Novembro de 2006

Substituição

Não percebo a contestação da canalhada às aulas de substituição. Não vejo mal nenhum em manter os alunos nas salas de aulas quando falta um professor. E que este seja substituído por um outro docente.

 

Queixam-se as criancinhas de que não têm nada para fazer. Que só lhes ocorre jogar às cartas ou dominó (então agora os baralhos de cartas e as peças de dominó fazem parte do material escolar obrigatório?). É no mínimo estranho que não lhes ocorra a opção mais óbvia: e que tal aproveitar as aulas de substituição para estudar?

 

publicado por Carlos Carvalho às 00:42
link do post | comentar | favorito
|

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds