Sábado, 25 de Março de 2006

Seis vírgula quanto?

José Sócrates garantiu que o défice de 2005 ficou abaixo dos 6,83%, número inicialmente avançado pela já histórica comissão Constâncio.

 

Acontece que este número foi então corrigido pela mesma comissão para 6,72%, pormenor certamente já esquecido pelo primeiro-ministro.

 

O número errado foi tão usado pela propaganda socialista que, aparentemente, Sócrates já se esqueceu do número corrigido.

 

Não vale a pena voltar a bater na tecla de que este valor era apenas uma previsão e não um facto. Saliente-se apenas que este lapso parece confirmar o que então se suspeitava: relativamente ao défice, este governo prefere a propaganda à realidade.

publicado por Carlos Carvalho às 04:37
link do post | comentar | favorito
|

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds