Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2005

Sócrates e a PT

Uma das promessas mais sonantes de José Sócrates é a de vender os órgãos de comunicação social da PT caso venha a governar. Esta promessa servirá para impedir o governo de ceder à tentação de influenciar os media da PT.


Ele lá sabe do que é capaz.


Contudo, há questões que ficaram sem resposta: A quem pretende Sócrates vender estes media? Não contribuirá esta venda para acentuar o oligopólio já existente na comunicação social? Esta promessa não é em si mesma a confissão de que o governo pretende continuar a interferir directamente na vida da PT?


O problema não está no facto da PT possuir ou não órgãos de comunicação social. O problema está no facto do governo querer continuar a pôr e dispor numa empresa que não lhe pertence.


Vender a PT e continuar a nomear a sua administração executiva à revelia dos seus accionistas é o mesmo que vender uma casa e querer continuar a decidir sobre quem lá poderá morar, independentemente da vontade dos seus novos donos.


Se o governo queria mandar na empresa, que não a tivesse vendido. Como a vendeu, só lhe resta sair de cena.

publicado por Carlos Carvalho às 22:56
link do post | comentar | favorito
|

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds