Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2005

Derrota histórica

Um primeiro comentários aos resultados eleitorais:

Parabéns ao PS, mas sobretudo a José Sócrates, que conseguiu uma maioria absoluta sem se comprometer com nada e com ninguém. Está assim livre para fazer o que muito bem entender.

O PSD teve uma derrota histórica - neste momento é possível rever a Constituição apesar do PSD, dado ter conseguido menos de um terço dos deputados. Santana Lopes tem que compreender a diferença entre poder e dever: pode continuar como líder, mas deveria ter-se demitido.

O CDS perdeu 60 mil votos, 40 mil dos quais para o PND. Esta transferência custou ao CDS o terceiro lugar nacional e um deputado em Aveiro. Manuel Monteiro sai de cena, mas tem o gosto de levar Paulo Portas com ele.

publicado por Carlos Carvalho às 01:22
link do post | comentar | favorito
|

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds