Sexta-feira, 16 de Setembro de 2005

Nunca digas nunca

"Fausto Correia (PS): O balanço que fazemos da actividade do Governo, em matéria de Administração Pública, não nos permite antever um comportamento isento de mácula. Elegeram os funcionários públicos como os bodes expiatórios de todos os males e, com isso, criou-se um clima contrário à própria reforma. Daí que o PS, em nenhuma circunstância, deixará que os funcionários públicos sejam mal tratados, enxovalhados e postergados nos seus legítimos direitos e na sua dignidade profissional. É que a reforma faz-se com os trabalhadores e com as suas organizações de classe e não contra os trabalhadores e respectivas organizações."

Assembleia da República, 2003-06-26

tags:
publicado por Carlos Carvalho às 00:35
link do post | comentar | favorito
|

.autor

. Carlos Carvalho

. cesaredama@sapo.pt

.pesquisar

.artigos recentes

. Elites à rasca?

. Versões de Portas

. A maior de sempre?

. Fama

. Passos

. Escalões

. Obrigadinho

. Não entendo

. Coincidências

. O aleijadinho de Alijó

. Humor negro

. Calendário

. Manuais escolares em .pdf

. Guerra ao imposto

. Cuidado com os ciclistas ...

.arquivo

.sugestões

.sugestões

blogs SAPO

.subscrever feeds